Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bookish by the sea

Bookish by the sea

Julho 18, 2023

Verão, praia, calor, Algarve! Fui de férias e levei na bagagem o livro com o título mais apropriado...

IMG_5993.jpg

"You and Me on Vacation" é o sexto livro de Emily Henry e o único dos quatro mais conhecidos desta autora que me faltava ler. Isto sem contar com o recém-lançado "Happy Place", um dos meus livros mais antecipados do ano, mas que eu estou teimosamente a aguardar que saia em versão de bolso, porque me recuso a ter um livro significamente mais alto que o resto da coleção. (E quando eu digo teimosamente leia-se que já o encomendei e devolvi duas vezes por vir no formato errado.)

Mas voltemos ao livro que vos venho falar hoje. Este já estava no meu carrinho TBR há mais de um ano (talvez dois?). A verdade é que a premissa não me entusiasmava, porque a trope "friends to lovers" não é a minha narrativa favorita em romances! Mais, tinha visto alguns comentários até bem negativos de uma das minhas booktubers preferidas sobre ele.

Tenho o prazer de comunicar que estava errada! A Emily Henry é a rainha dos romances leves que não reduzem as personagens a estereótipos pouco aprofundados! E este livro não é excepção. É exatamente a leitura leve que se quer num dia de verão na praia.

Como o título sugere, a história acompanha dois amigos ao longo onze verões, nas suas viagens anuais. Sem se tornar exasperante como tantas vezes acontece neste género, vemos como uma série de falhas de comunicação e maus timings criam situações em que o amor óbvio entre os amigos é abafado ou adiado. 

As personagens estão escritas de uma forma que conseguimos gostar delas e torcer pelo seu bem. Torna-se particularmente interessante ver como crescem e seguem com as suas vidas. 

No entanto, e embora o livro me tenha surpreendido pela positiva, esta continua a ser o tipo de narrativa que não sou fã. Embora tenha torcido para que a Polly e o Alex ficassem juntos, a história está assente numa premissa que reforça uma ideia com a qual eu simplesmente não concordo: que duas pessoas de géneros opostos não podem ser simplesmente amigos sem haver sentimentos romanticos envolvidos. Porque apesar de eles serem melhores amigos, a verdade é que consciente ou insconscientemente, eles estão sempre apaixonados. Em nenhum momento são simplesmente melhores amigos.

Mas talvez essa seja uma peculiaridade do meu gosto. O livro continua a ser bem reputado entre os apreciadores do género (embora talvez nos diga alguma coisa sobre a sua popularidade o facto de ser o único dos quatro livros mais populares da autora que ainda não foi traduzido para português, embora seja o segundo mais antigo). 

Deixo-vos a reprodução da minha frase preferida do livro, que é logo a abertura. O pensamento bonito que serve de mote para a obra. 

"On vacation, you can be anyone you want. Like a good book or an incredible outfit, being on vacation transports you into another version of yourself."

O que ando a ler

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D